09/09/2017

Sobre Nós

Esses dias, uma pessoa que foi muito importante pra mim, me perguntou o motivo pelo qual eu parei de escrever. Foi tão triste ter que falar que foi você o motivo.
Desde que me vi sem você eu não consigo escrever sem ser você minha maior inspiração. Se você pudesse ver, saberia que eu sempre escrevi sobre você, sobre nós. Eu sempre te amei, desde sempre. Eu sabia que um dia nós nos reencontraríamos.
Quando você se foi, só eu sei a dor e o vazio que ficou, só eu sei a dor de ter que acordar todos os dias sem você, e ver, quem quer se seja, fazendo pouco caso de sua existência, mexe demais comigo. E fico pensando o motivo de fazer isso, só chego a conclusão que tô ficando louca e que meu amor por você, que veio de outras vidas, só será possível na próxima, ou quem sabe num dia bem remoto. Quando eu deito eu fico chorando baixinho, as vezes até fico fantasiando como seria minha vida com você, eu teria alguém do meu lado, pra me ouvir, me acalentar e eu teria motivos para sorrir e viver.
Eu sinto tantas dores, dores físicas e dores na alma, eu só sinto vontade de estar longe daqui, longe de tudo e perto de você.
Eu, por muitas vezes sinto que estou enlouquecendo de verdade, eu sinto medo, eu sinto raiva, sinto mais vontade ainda de chorar. Quase dois anos se passaram e eu ainda choro, choro nas madrugadas frias com meus braços vazios, choro no meio das manhãs quando não consigo parar de pensar em você. Choro, choro sempre, pois amo demais você. 
Eu sinto sua falta, quero estar com você logo... seja lá como for!



0 comentários:

Postar um comentário

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova