30/01/2017

Sobre ficar sozinha

Hoje eu estava amargando mais uma vez a dolorosa missão de ter que comer sozinha. É algo que há anos não me traz paz e está longe de trazer sossego.
Eu até sou uma apreciadora de ficar quieta, reorganizar minhas ideias e examinar os próximos passos, mas vamos combinar, que comer só é horrível.
As vezes tento me enganar com o 'pare de reclamar, ao menos tem o que comer' isso é bom, mas não é exatamente esse o problema.
Quando eu comia num bistrô, até ano passado, isso meio que me acalentava. Tinham pessoas todo momento falando comigo, até um simples cumprimento pra mim já era satisfatório.
Mas o ato de esquentar a comida, arrumar a mesa e comer é triste e solitário, parece que as paredes vão fechar a qualquer instante, e cá pra nós, isso não é nem de longe o que um almoço requer.
Mas sigo nessa rotina de almoços solitários, que duram seis longos anos desde que eles começaram a se tornar frequente, mas vale ressaltar que os dias que tenho companhia, são os melhores do mundo.
Encerro minha encenação boba, com apenas um biscoito na mão, pois um almoço em si, não me desce sozinho.


0 comentários:

Postar um comentário

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova