01/02/2017

Essa é (talvez) pra você

Vocês já ouviram falar em pessoas que não tem ponto fixo? E não, não estou falando dos andarilhos ou hippies. Eu estou falando de pessoas que abandonam seus sonhos, que começam projetos e os deixam pelo caminho, pessoas que estão conversando empolgadas no whatsapp e simplesmente bloqueiam o telefone e deixam o outro falando sozinho, também me refiro aquelas pessoas que marcam de sair e no dia conseguem inventar desculpas melhores que personagens de desenhos animados.
Bom, vim falar, talvez xingar, essas pessoas... Quer dizer, eu não sei bem fazer isso, vai contra meus votos. Mas cá entre nós dois, você que ler isso e se identificou com uma pessoa sem ponto fixo, sinta-se tomando um tapa bem no meio do braço, daqueles que a marca do dedo fica na pele e além da marca a ardência.
Não faça mais isso, tente concluir seus planos e sonhos, suas rotas e trilhas, e principalmente sua palavra. Considere o sorriso do outro, a alegria do outro, a espera do outro e em primeiro lugar, a sua satisfação pessoal. Se isso, de algum modo, fez você repensar, sinta-se muito bem abraçado e saia já de sua zona de conforto e vá por em prática suas metas, as de ontem ou as de 2013.


1 comentários:

  1. Exatamente, tem pessoas que não se decidem e sempre acabam magoando outras, as enrolando ou fazendo-as de bobas. Que essas pessoas tomem jeito logo, viu?

    Born in 1996

    ResponderExcluir

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova